Notícias

 Home / noticias

O silêncio que nos causa danos irreversíveis


Uma cidade calada, entregue à omissão de toda a equipe gestora e de seus beneficiários: essa é a realidade de Bezerros. Lamentavelmente, um cenário aonde a lei do silêncio impera em todos os meios de comunicação, com uma força maior nas redes sociais, que até pouco dias intitulavam-se donos da verdade e grandes formadores de opinião. Esses que, até pouco tempo atrás, tinham personagens deitando em buracos e tomando banhos em vias públicas para mostrar a deficiência das gestões passadas, sem contar com tantas outras artimanhas para chamar a atenção dos menos esclarecidos. Pois bem: esse cenário não existe mais. A cidade em silêncio, a população sem força e voz para reivindicar seus direitos, expressar suas dores.

 

Resta apenas uma emissora de rádio que tendenciosamente, por razões que “prefiro nem comentar”, limitadamente ainda abre os seus microfones para uma minoria, que vez ou outra é ouvida. Até quando não se sabe, pois sabemos que, chegando um oportuno patrocínio da gestão atual, provavelmente esse cenário também será silenciado. 

 

Enfim, tudo isso é lamentável! É fato que todo início de gestão sempre foi conturbado para qualquer que seja o grupo vitorioso. Porém, imperar a lei do silêncio nos meios de comunicação que não falam a verdade a todos os bezerrenses, que agem em benefício próprio, e o pior, compactuando com falsas postagens de ações da gestão por não terem acertado em nenhuma ação, isso é impressionante.

 

Todos os setores estão para lá de atrapalhados, nenhuma secretaria ainda se destacou com alguma ação louvável para a sociedade ver! Existe uma infinidade de ocorrências na cidade, e tudo sem explicação! 

Qual o motivo desse silêncio? Ainda não se sabe!

 

Passados 90 dias de um governo, um setor muito importante de nossa cidade que gera emprego e renda para os nossos bezerrenses, que é o comércio informal, dentre o segmento, a feira livre, em especial, na semana passada, a Feira de Peixes, que sofreu com o descaso do poder executivo e legislativo. Uma feira que de fato, até 2014, vinha abandonada em todos os aspectos imagináveis e, em 2015, teve início a sua recuperação, para que cada feirante se sentisse motivado em todos os aspectos para um bom comércio, tendo pela população a aprovação e um bom resultado em vendas, fazendo com que as melhorias fossem notadas a cada ano que se passava, com um espaço adequado, uma dinâmica de organização exemplar, servindo inclusive como referência para as cidades vizinhas. Este ano, por falta de planejamento e/ou por vaidade ou sabe-se lá o porquê, a tão esperada feira foi um descaso total. Mas isso não foi dado em nenhum momento como importante para gestão e nem para os veículos de comunicação. Só em alguns grupos e contas privadas de WhatsApp e Facebook que foi comentado, com tristeza, em referência aos anos passados.

 

É preciso realmente ter bastante cuidado e adotar uma nova forma de conscientização dos nossos representantes, que estão deixando a desejar. Não se fala absolutamente nada sobre tudo o que está ocorrendo em nossa cidade, está imperando a lei da mordaça, do silêncio, do “cala a boca!”

 

Tomara que, no próximo ano, o povo não se esqueça desse momento e possa dar a devida resposta a esses que acham que administrar é coisa fácil, que estão brincando com a vida das pessoas! O tempo é o melhor remédio, até para os que saíram do cenário. Por falta de inteligência, o povo escolheu os que hoje estão na ''nova política'', brincando de gestão pública! Mais empatia, senhora gestora, junto com o poder legislativo, pois foi por meio da nossa confiança que vocês chegaram aonde estão, para nos representar: vocês são funcionários do povo.

 

Já não basta esse maldito vírus da covid-19, invisível, que temos que lidar diariamente, ceifando vidas dos nossos familiares e amigos, e ainda temos que conviver com uma gestão sem compromisso com todos nós. Lamentável!


Choose Template Options


Predefined Color Skins
BG Patterns